As palavras do presidente Rodolfo Landim resumiram bem em uma frase o que significaram as mortes no Ninho do Urubu: a maior tragédia em 123 anos de Flamengo
A irresponsabilidade do Flamengo

Janeiro já tinha sido um mês difícil com a morte do argentino Emiliano Sala. O jogador sofreu um acidente aéreo quando se deslocava da França para o seu novo clube no País de Gales. Sala não chegou nem a ser apresentado pelo Cardiff. No Flamengo, o mês de fevereiro será marcante para o resto da vida rubro negra. A morte dos meninos no Ninho do Urubu também será difícil de aceitar. Eram jovens movidos por sonhos e que tinham chance de trilhar carreiras promissoras. 

Passava pouco das 5 horas da manhã quando um estouro pode ser ouvido de longe. Provavelmente, foi em função do problema no sistema de ar condicionado.

Os meninos que conseguiram escapar contam que logo o ambiente foi tomado por uma fumaça muito densa. Porque todos os garotos não conseguiram sair correndo ninguém sabe explicar. 

A área onde foi suspenso o Ninho do Urubu foi adquirida em Vargem Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, em 1984, pelo ex-presidente George Helal. O espaço total é de 5 mil metros quadrados. O Centro de Treinamento do Flamengo já era para estar pronto há anos. Mas nem todas as últimas diretorias investiram para o projeto do CT sair do papel. 

Só em 1990 foi feito o aterramento para a construção de quatro campos e apenas em 2004 o projeto andou para valer com a colocação do gramado. 

Mas o time profissional continuava usando apenas o campo da Gávea para treinamento, até que em 2010, quando Vanderlei Luxemburgo assinou com o clube, o treinador exigiu que a equipe se mudasse em definitivo. 

A repentina decisão levou o clube a improvisar para atender ao desejo do técnico. Como não havia edificações no Ninho, durante um bom tempo as instalações eram compostas de contêineres. Nessas grandes estruturas de aço funcionavam desde dormitórios até vestiário e refeitórios. 

Em 2016, o Flamengo deu uma boa arrancada e com um investimento de 15 milhões inaugurou um módulo. 

A cada avanço das construções os jogadores iam sendo remanejados. O mesmo contêiner que pegou fogo era usado pelo time profissional até recentemente. 

Entre os treinos da manhã e da tarde os atletas descansavam nos quartos. 

Com o ex-presidente Eduardo Bandeira de Melo as obras deram outra boa "arrancada". Em dezembro do ano passado foi entregue o segundo módulo. O clube investiu 26 milhões de reais na época. 

O Flamengo finalmente inaugurava a tão sonhada estrutura para o time profissional. O Centro de Treinamento passou a contar com alojamentos modernos, parque aquático, academia e mais um campo de futebol, totalizando cinco agora. 

O novo espaço possibilitou ainda o clube fazer o deslocamento dos garotos da base para o setor que até então era ocupado recentemente pelos jogadores do time principal.

Mas apesar de toda a modernidade, o Flamengo sempre desrespeitou a fiscalização que foi feita pela prefeitura do Rio de Janeiro. O clube recebeu nada menos do que 30 multas por não ter alvará de funcionamento, e na área onde existia o contêiner que era usado como hotel estava liberado para ser um simples estacionamento. 

E agora, quem vai assumir as aberrações e atrocidades que foram cometidas contra os meninos? 

 

2019, um ano trágico para o futebolFoto: Flamengo Divulgação / Alexandre Vidal
 

  
Quem vive no CT

 

Normalmente dormem nos centros de treinamentos os atletas que vieram de outras cidades e estados. 

Atualmente, a estrutura que pegou fogo tinha 6 quartos. Em cada um moravam 6 pessoas. Os meninos da categoria entre 14 e 16 anos eram os "hóspedes". Como o treino da manhã havia sido cancelado, por sorte dez rapazes tinham ido dormir fora do CT. 

 

2019, um ano trágico para o futebolFoto: Site da empresa NHJ que fornecia contêineres ao Flamngo

 

Na semana que vem essa unidade seria desativada e os garotos passariam a usar os quartos que até dezembro eram destinados aos profissionais em outro prédio. Não deu tempo de fazer a mudança. 

Tudo foi embora em poucos minutos. 

 

2019, um ano trágico para o futebolImagem Rede Globo


Anúncios das tragédias 

 

Poucas horas antes do incêndio no Ninho do Urubu, outra notícia já havia abalado o mundo do futebol. 

A polícia do condado de Dorset, que fica no Canal da Mancha, confirmou que o corpo encontrado no fundo do mar era do argentino Emiliano Sala, pondo fim as esperanças de que o jogador estivesse vivo. 

Sala foi negociado pelo Nantes, da França, para o Cardiff City, que disputa a Premier League, da Inglaterra, por 17 milhões de euros. Foi o maior negócio já feito pelo clube galês em todos os tempos. O jogador estava indo se apresentar ao novo clube e fretou um voo por conta própria, no dia 21 de janeiro. 

Mas pelas mensagens escritas por Emiliano ao embarcar, o avião parecia ser um modelo bem modesto. Antes da aeronave sumir dos radares ao sobrevoar o Canal da Mancha, Sala chegou a enviar um áudio a amigos dizendo que sentia "medo" porque o avião parecia estar "caindo aos pedaços". 

Depois de três dias de sumiço do voo as autoridades suspenderam as operações de busca, mas a família de Sala não se conformou. Na esperança de encontrar o jogador ainda com vida, os parentes organizaram uma campanha de doação e conseguiram levantar um milhão de reais. Com o dinheiro eles contrataram um serviço de procura de objetos em alto mar. 

A AAIB (Agência de Investigação de Acidentes Aéreos) e uma equipe de busca privada foram enviadas para a área usando equipamentos sofisticados, como sonares. 

No domingo, dia 3, quando já havia completado 13 dias do desaparecimento do avião, a equipe de socorristas localizou o avião a quase 70 metros de profundidade. No meio dos destroços do monomotor foi encontrado também um corpo. 

 

2019, um ano trágico para o futebol

 

Os restos mortais foram tirados do mar na última quarta-feira. A identificação só foi possível de ser feita por meio de exames de DNA, segundo a polícia de Dorset. Na quinta-feira à noite as autoridades confirmaram se tratar de Emiliano. 

"O corpo transferido ao porto de Portland foi formalmente identificado como sendo do jogador profissional Emiliano Sala", disse a polícia. O piloto da aeronave, David Ibbotson, continua desaparecido.

O futebol mundial já tem grandes cicatrizes para cuidar nesse início de ano.

Veja também

Olá, deixe seu comentário para A irresponsabilidade do Flamengo

Já temos 9 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Jose Neto

Jose Neto

Grande texto Guilherme. Uma grande tragédia que até hoje não foi totalmente explicada, lamentavelmente. As famílias que perderam seus filhos continuam sem amparo necessário. Espero que tudo ser resolva.

Abraços!
Jose Neto
https://vivoflamengo.com.br
★★★★★DIA 27.03.19 15h44RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Vilma Ribeiro

Vilma Ribeiro

Ramiro importa sim o que aconteceu, pois vidas foram perdidas e não há dinheiro, de instituição milionária nenhuma, que que pague pelas vidas que se foram. Se alvará não garante segurança todos nós sabemos, mas fazer não fazê-lo por saber que não teria aprovação é assumir toda e qualquer intercorrência. Está vendo, você mesmo disse que quer saber como ficarão estas hospedagens, provavelmente você deseja uma acomodação regulamentada e descente, pois aquilo, não era mesmo.
E os "coitados milionários" jogadores que por lá passaram duvido que nunca pensaram que aquilo não era digno, mas não abriram a boca para garantir seus contratos, todos vendidos, a grandiosa empresa Flamengo, que tanto quanto a Vale são exploradoras, seja de recursos naturais e humanos. Fica a dica.
★★★★★DIA 12.02.19 16h02RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Guilherme Mendes

Guilherme Mendes

Bom dia, Vilma! Obrigado por participar do blog também. Vamos esperar que as investigações sejam concluídas. Grande abraço.

★★★★★DIA 13.02.19 13h31RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Ramiro Junior

Ramiro Junior

Boa noite... não vejo mais o Jornal Nacional, já que se mostrou um jornal tendencioso e que apenas busca ibope dia a quem doer e desde que seja contra o governo atual(Não creio que seja esse o caso), porém, vejo que alvarás e licenças não matam nem salvam vidas (vide Brumadinho) . O que penso e que hoje não importa tanto como eram e sim como ficarão os locais de tantos jovens e outros atletas de qualquer clube do país... um arcobdiconado poderia entrar em curto em qualquer residência ou escritório desse país...enfim...o que importa agora é responsabilidade dos envolvidos e cuidar dos familiares e da memória desses garotos...além de, e claro, não encobrir a outra tragédia, muito maior, em Brumadinho, que aliás, essa sim, não uma fatalidade já que a empresa é reincidente. Abraço.
★★★☆☆DIA 09.02.19 23h27RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Guilherme Mendes

Guilherme Mendes

Ramiro, perfeito. O que não podemos é deixar que os responsáveis desapareçam nessas horas. Costumo dizer que não podemos confundir instituição com as pessoas. Quem está lá é por circunstância. Um dia vai passar. A instituição (independente de qual), continuará sobrevivendo há anos. Bom domingo para você. Abraço 

★★★★★DIA 10.02.19 02h02RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Raul Dantas

Raul Dantas

Paga se dezenas de milhões para jogadores que não dão bom resultado, e pega as moleques e colocam jogados nos fundos em containers.

Pq isso heim?
★★★★★DIA 09.02.19 22h13RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Guilherme Mendes

Guilherme Mendes

Raul, boa noite! No meio de todas essas vidas humanas estavam, provavelmente, valores promissores. Vinicíus  Junior e Paqueta são bons exemplos de meninos que passaram pelo Ninho. Abraço 

★★★★★DIA 09.02.19 23h11RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Ramiro Junior

Ramiro Junior

Agora é fácil falar... o time revela jogadores a 100 anos e com condições que com certeza vem melhorando... assim como todos os outros do país... uma fatalidade ocorre e vem o "jornalista" esperto e fala muuuuito... mas verificar antes a seguranca dos meninos ninguem foi... muito triwte que semore tem gente que se esquece do principal... ocorreu uma fatalidade e agora as família precisam lidar com as perdas.... o Flamengo deve ser responsabilizado e diferentemente da Vale deveria dar exemplo nesse momento... daí a dizer que é culpado e outra história.
★☆☆☆☆DIA 09.02.19 21h10RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Guilherme Mendes

Guilherme Mendes

Ramiro, boa noite! Se você teve a oportunidade de assistir ao Jornal Nacional agora há noite já teve várias perguntas respondidas. Porque nem todos os garotos conseguiram sair, sobre a questão do alvará, da autorização que nunca foi dada para a instalação de contêiner, o material usado... enfim, que as investigações esclareceram todas as dúvidas. Abraço. 

★★★★★DIA 09.02.19 23h07RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/