Essa história de coragem e valentia vem de Brasília. O ladrão cumpria pena em liberdade

A polícia recomenda sempre para ninguém reagir a um assalto. Era o que deveria ter feito a vendedora de carro Rute Bento da Silva. Era também o que estava imaginando que aconteceria o larápio. Mas ao perceber que o assaltante não portava arma e por ser praticante de muay thai, a lutadora conseguiu domina-lo aplicando golpes até que a polícia chegasse. Antes o homem foi amarrado com o cadarço do tênis.

O fato ocorreu às 7 e meia da manhã na região de Brasília conhecida com SIA (Setor de Indústria e Abastecimento). Rute estava chegando para trabalhar quando foi surpreendida pelo bandido no estacionamento da loja de carros.

O homem que até agora só teve as iniciais do nome reveladas pela polícia (A.M.S.B.) se aproximou e entrou pela porta de trás do veículo. Em seguida ele puxou o cabelo da mulher exigindo que ela passasse a bolsa, o celular e a chave do carro.

No primeiro momento, Rute optou por entregar tudo, mas, ao perceber que o bandido não estava armado, tomou a decisão de partir para cima do ladrão. "Ele falou que era um assalto e que estava armado. Ele falava que ia atirar o tempo todo. Então, eu fui observando que ele ficava com a cabeça baixa e vi que estava sem arma, porque estava usando as duas mãos, segurando meu cabelo e a bolsa. Saí do carro, abri a porta do passageiro traseiro e o tirei para fora".

Rute passou a desferir chutes e socos no criminoso. Ele ainda conseguiu escapar e saiu correndo. Mas de novo A.M.S.B. não deve ter imaginado que a mulher era tão corajosa a ponto de ir atrás. "Como eu faço luta, nós começamos uma briga e comecei a correr atrás dele até pegá-lo. Isso já foi mais ou menos a uns 300 metros (longe do carro)".

Ao imobilizar o assaltante, Rute aplicou o golpe chamado de mata-leão. A cena toda acabou percebida por algumas pessoas que acionaram a polícia. “Só depois que ele saiu correndo é que perceberam e foram atrás de mim. Depois que ele já estava imobilizado que o pessoal começou a chegar e ligar para a polícia”.

Populares também ajudaram a segurar o bandido até que uma viatura chegasse amarrando o assaltante com os cadarços do tênis que ele usava.

O delegado Pedro de Melo, da 1ª Delegacia de Polícia, disse que o assaltante tem passagens por estupro. "Ele foi condenado a 30 anos de prisão. Agora estava em regime semi aberto", explicou Melo. O bandido tem 40 anos e cumpre pena no Centro de Progressão Penitenciária. Na ficha dele agora terá também tentativa de roubo.

 


A lutadora que ganha títulos e vende carros

 


Rute trabalha na concessionária há dois anos. Ela garante que nunca viu ninguém ser assaltada na região. “Aqui no SIA a gente vê estelionato, mas assim, de assalto foi a primeira vez. Porque o movimento é grande, sempre tem bastante carro passando”, contou à imprensa.

Lutadora de muay thai há 8 anos, Rute tem alguns títulos conquistados. Ela é a detentora de um cinturão na categoria para atletas até 65 kg em um campeonato realizado em Planaltina de Goiás. Agora a campeã pretende participar das seletivas nacionais, no Rio de Janeiro, para o Mundial de muay thai. Os combates serão realizados em julho deste ano. A expectativa dela é para ganhar uma vaga na categoria até 60 kg.

Sobre o assalto e a reação que teve, Rute não tem nenhuma dúvida de que agiu certo. "Só fiz porque ele não estava armado, mas não me arrependo do que fiz. Com certeza eu faria de novo".

"Estava muito consciente", finalizou a vendedora.

Veja também

Olá, deixe seu comentário para A vendedora de carros que imobilizou um assaltante com golpe “mata-leão”

Enviando Comentário Fechar :/