A estratégia da moça de se tornar famosa deu certo. Mas o filme picante tá dando o que falar
Atriz transa dentro de um Tesla e vídeo tem quase 7 milhões de visualizações

A americana Taylor Jackson mora em Los Angeles. Ela tinha o sonho de se tornar conhecida, muito conhecida nos meios digitais. A americana criou contas no Twitter, Instagram, Snapchat e no Facebook.

Mas foi a tacada no site pornográfico Pornhub que levou Taylor se tornar um fenômeno.

A jovem de 19 anos criou uma historinha bem fajuta. No filme ela conhece um rapaz através do aplicativo de relacionamento Tinder. Os dois se encontram e Jackson entra no carro do paquera. O veículo é uma Tesla, Model X. Apenas 2 minutos após se conhecerem pessoalmente, o casal decide transar no carro.

A relação deles acontece com o carrão em movimento, com o motorista permanecendo ao volante, mas sem continuar dirigindo. A Tesla segue por uma estrada com a função de piloto automático ativada. O vídeo original dura pouco menos de 11 minutos.

Apesar da orientação do fabricante da Tesla para o motorista não tirar a mão do volante, várias vezes o condutor "se distrai" com a transa e larga o comando. Em um determinado momento, Taylor esbarra na tela de controle e o carro para no meio da rodovia. No vídeo, que está atualmente para visualização no site, essa parte foi retirada.

Para ajudar bombar a inédita produção, o Pornhub postou no Instagram uma imagem do curta com a legenda "Denunciando você ao Elon (criador da marca) por não ter duas mãos no volante com o autopiloto acionado".

Funcionou a propaganda. O vídeo virou o número um no sistema de buscas do Pornhub e Jackson conseguiu o "sucesso" que esperava. Em pouco mais de um mês, quase 7 milhões de pessoas acessaram o site para ver as proezas de "Taylor Tesla", como a própria garota se batizou artisticamente.

A atriz explica como surgiu a ideia do vídeo. "Achamos que alguém tinha feito isso antes, então analisamos, mas não conseguimos encontrar um único vídeo. Algumas semanas depois, me inscrevi para uma conta do Pornhub e esse vídeo foi um dos primeiros que fiz", contou Jackson.

Taylor disse ainda que não estava preocupada com a segurança durante as filmagens porque ela já tinha experiência em usar a função autodirigida em um veículo Tesla.

 

Atriz transa dentro de um Tesla e vídeo tem quase 7 milhões de visualizações

 

A direção da Tesla se perturbou com a repercussão do filme pornô. Dirigir sem manter a atenção na direção é tudo o que a empresa condena.

"O piloto automático é projetado para ser usado com um motorista totalmente atento, que tem as mãos no volante e está pronto para assumir a qualquer momento. Enquanto o sistema é projetado para ser mais autônomo ao longo do tempo, na sua forma atual, ele não é um sistema de auto-condução", escreveu a Tesla em seu site.

 

O carro do futuro

 

Se você ainda não ouviu sobre esse carro, saiba que é um desses automóveis todo automático que estão sendo testados para dirigir sob comando. O sistema da Tesla é conhecido como Autopilot.

Por enquanto os veículos ainda estão em fase de testes e alguns provocaram acidentes sérios. Em 2016, o motorista de um Model S morreu quando o carro dele bateu em um caminhão. O veículo estava no modo Autopilot.

No ano passado, outro carro autônomo da Uber atropelou e matou uma pedestre. Na época a empresa disse que iria revisar o programa de automóveis sem motorista.

Em março de 2019, um novo acidente acendeu outra vez a luz amarela para o uso das Telas. No Condado de Palm Beach o proprietário de um de Model 3, um homem com 50 anos, colidiu com uma carreta. O carro passou por baixo do caminhão e foi parar em uma barreira a cerca de 500 metros de distância. O motorista morreu no local.

O relatório sobre o acidente não indicou se o sistema semiautônomo estava sendo usado no momento da colisão.

Mesmo assim, a Tesla admite que seus carros não estão prontos para o piloto cem por cento automático. O mecanismo ainda deve ser utilizado apenas como um assistente, com o motorista mantendo as duas mãos no volante para assumir o controle caso algo aconteça.

A Tesla explica ainda que os carros têm alertas de áudio e visuais, que notificam os condutores para continuarem no controle do veículo. Os carros da marca vêm também com um sistema de frenagem automática.

Um Model X Tesla hoje custa entre US$ 88.000 e US$ 97.000.

A atriz Jackson não revelou quem é o dono do carro das filmagens. Mas Taylor está reivindicando em sua conta no Instagram ser conhecida com a "Modelo Pornô Oficial da Tesla".

"O feedback tem sido ótimo até agora e os comentários, em sua maior parte, têm sido divertidos", disse Jackson.

E pelas últimas palavras da garota em breve pode pintar outra peripécia da ninfeta. "Olhando agora eu sinto que poderíamos ter feito melhor. Talvez façamos outro", completou a "musa" da Tesla.

 

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Atriz transa dentro de um Tesla e vídeo tem quase 7 milhões de visualizações

Enviando Comentário Fechar :/