A ideia surgiu em Bolonha, na Itália. A cidade quer incentivar os moradores da cidade a não usar seus carros particulares no dia a dia
Que tal tomar cerveja de graça se você for trabalhar de bicicleta?

A sacada das autoridades de lá está conquistando cada vez mais seguidores. A linha de raciocínio deles foi a seguinte: quem for trabalhar usando transporte coletivo ou de bicicleta vai ajudar na redução de poluentes. Mas como convencer o pessoal a abrir mão do conforto de usar o próprio carro e se submeter a esse sacrifício? Como uma recompensa.

Lógico. É assim mesmo que o cérebro do ser humano funciona. Tem uma estratégia de marketing de venda que explora bem isso. Eles chamam de gatilho de reciprocidade e diz mais ou menos o seguinte: "o ser humano tem uma tendência natural a querer retribuir àquilo ou àquele que nos gera valor de alguma forma. É um ato que precisa ser espontâneo, feito de coração. Suas ações devem, primeiramente, objetivar tornar a vida das pessoas mais simples e, depois, gerar algum lucro para você. Não o contrário".

Compreendeu? Nesse caso a recompensa é dupla. Além dos ciclistas estarem colaborando com a qualidade de vida de todos os moradores da cidade, inclusive com a própria, ele ainda ganha um prêmio. E não é só cerveja. Quem quiser pode receber como brinde um sorvete e até ingressos de cinema.

 

Bolonha, a cidade inspiração 

 

Para a gente viajar no assunto vale a pena conhecer um pouco Bolonha. A cidade fica no norte da Itália e se orgulha em abrigar a mais antiga universidade do mundo ainda em funcionamento. Foi lá que estudaram os poetas italianos mais famosos, como Dante Alighierie. Suas indústrias são principalmente de maquinaria agrícola, de aço, química e alimentar.

 

Que tal tomar cerveja de graça se você for trabalhar de bicicleta?

 

Foi nesse berço de cultura que se criou o sistema de recompensa para os cidadãos que usam bicicleta ou transporte público em vez de carro particular. Um urbanista chamado Marco Amadori é o idealizador do projeto. Preocupado com a emissão de gases poluentes causadores do efeito estufa ele quis incentivar o uso de meios de transportes menos poluentes.

O primeiro passo de Amadori foi a criação de um software. Através de um aplicativo, desses normais de smartphones, o usuário vai registrando as viagens que ele faz em transporte público ou de bicicleta. Os trechos vão sendo computados, como em um programa de milhagem. Depois o participante troca os pontos por produtos nos estabelecimentos que aderiram ao programa.

 

Que tal tomar cerveja de graça se você for trabalhar de bicicleta?

 

O aplicativo foi batizado de Bella Mossa, que pode ser traduzido como "Bom Trabalho".

O aplicativo foi desenvolvido ainda para pegar os "espertinhos". Dotado de um GPS, ele rastrea a velocidade e a duração da viagem do usuário para saber se realmente a distancia percorrida e o tempo são compatíveis. O sistema não recompensa a distância percorrida, mas a frequência das viagens.

Ou seja, os pontos são obtidos por viagem e não por quilometragem. Assim, eles estimulam os participantes a usarem o meio de transporte mais vezes.

O aplicativo mostra ainda a quantidade de CO2 (dióxido de carbono) que deixou de ser emitido durante o trajeto percorrido pelo usuário.

 

Sucesso no primeiro ano

 

Bolonha implantou o programa no ano passado e foi um sucesso. Foram registrados 3,7 milhões de quilômetros de percurso percorrido pelos moradores locais que receberam 16 mil cupons. Para ganhar um sorvete, por exemplo, são necessárias aproximadamente oito viagens.

O sistema foi financiado com grana da União Europeia e da prefeitura de Bolonha e, por enquanto, funciona apenas seis meses por ano.

Para o êxito da iniciativa foi fundamental o engajamento do comércio local. Mais de uma centena de estabelecimentos se cadastraram no programa.

"Pela primeira vez fomos capazes de envolver todo mundo. Todos têm a possibilidade de trocar uma viagem de carro por uma de bicicleta ou ônibus e receber uma recompensa", explicou Amadori.

 

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Que tal tomar cerveja de graça se você for trabalhar de bicicleta?

Enviando Comentário Fechar :/