O modelo só não supera em valor carro comprado pelo jogador Cristiano Ronaldo
Bugatti lança carro de R$ 35,5 milhões e todas as unidades já estão vendidas

Para quem é apaixonado por carro, tá aí um modelo daqueles de deixar o queixo caído. A supermáquina, ou hipercarro como está sendo chamado, é um automóvel equipado com o conhecido motor de 8 litros e 16 cilindros dispostos em W. A novidade está na potência que foi aumentada para 1.600 cavalos.

Tudo em termos de velocidade parece "exagerado". Segundo a Bugatti divulgou, o EB 110 Super Sport Hommage, também conhecido como Centodieci, é capaz de atingir 100 km/h em apenas 2,4 segundos. Se você quiser ultrapassar os 200 km/h basta manter o pé no fundo do acelerador por 6,1 segundos. A velocidade final chega a 380 km/h. Para se ter uma ideia do que isso representa, a potência equivale a de 20 carros populares somados.

O modelo que serviu de ponto de partida para os engenheiros desenharem o Centodieci foi outra máquina de tirar o fôlego da Bugatti, o Chiron.

 

Bugatti lança carro de R$ 35,5 milhões e todas as unidades já estão vendidasChiron

 

Além de ter um motor mais possante, a nova joia da grife de esportivos é também 20 quilos mais leve na comparação com o seu antecessor. A redução de peso se deve em parte aos limpadores de para-brisa, feitos em fibra de carbono.

A tomada de ar foi dividida em barras horizontais. Os faróis mais estreitos são contornados por nichos pretos, enquanto a lateral conservou as tomadas de ar redondas. Na traseira, as lanternas têm forma de pílula.

O modelo usado na apresentação foi um branco, mas quem encomendou as outras 9 unidades pode escolher a cor. O detalhe é que a marca garantiu que só irá produzir 10, e todos já foram comprados. Preço? 8 milhões de euros (R$ 35,5 milhões, na cotação do dia do lançamento). É o segundo carro mais caro do mundo, só perde em valor final para o La Voiture Noire, adquirido pelo jogador Cristiano Ronaldo por 11 milhões de euros (R$ 48,8).

 

A homenagem a outro famoso

 

Se o modelo que serviu de base para o desenvolvimento do Centodieci foi o Chiron, a inspiração para a Bugatti lançar o esportivo veio de outra joia francesa, o EB110 Super Sport, que foi apresentado ao mundo em 1990. Na época a marca pertencia a um grupo de acionistas liderados por Romano Artioli.

O famoso carro criado na última década do século XX foi um tributo aos 110 anos do nascimento do fundador da empresa, Ettore Bugatti. Por isso, o veículo foi batizado com as iniciais do nome e o ano da homenagem ao senhor Bugatti.

O EB110 era tão revolucionário que passou a ser considerado um dos mais importantes superesportivos da história do automóvel. Entre os anos de 1991 e 1995, apenas 139 unidades saíram da fábrica compradas por poucos felizardos. Quase três décadas depois, aquela máquina extraordinária também está sendo homenageada.

"O desafio era não ser cativado exclusivamente pelo design do EB110 e trazer uma interpretação moderna do desenho e tecnologias da época", disse Achim Anscheidt, chefe de design da Bugatti.

 

Bugatti lança carro de R$ 35,5 milhões e todas as unidades já estão vendidasEB110

Atualmente a Bugatti pertence ao Grupo Volkswagen. A companhia escolheu o festival de carros de Pebble Beach, na Califórnia, para apresentar oficialmente ao mundo nesse final de semana a sua nova inspiração, o Centodieci, que em italiano significa 110. Apesar se ser uma edição limitada com pouquíssimas unidades produzidas a mão na França, a marca já avisou aos compradores que os primeiros modelos serão entregues apenas em 2021, exatamente quando o EB110 completará 30 anos.

 

Bugatti lança carro de R$ 35,5 milhões e todas as unidades já estão vendidas

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Bugatti lança carro de R$ 35,5 milhões e todas as unidades já estão vendidas

Enviando Comentário Fechar :/