A obra demorou anos para ser concluída e tem ao todo 55 km de extensão
China inaugura a maior ponte marítima do mundo em um projeto de 15 bilhões de dólares

Não há como negar que os chineses se tornaram uma referência quando se fala em grandeza. O país tem a maior população do planeta com quase 1 bilhão e 400 milhões de habitantes, o maior crescimento econômico do mundo com um aumento médio de 10% do PIB anual e 66 empresas entre as 500 marcas mais valiosas da atualidade. Isso, para citar só alguns números. Nessa corrida de supremacia os asiáticos acabam de inaugurar a maior ponte que o homem ousou construir até hoje sobre o mar, com 55 kms de extensão.

Ufa! É preciso respirar fundo para acompanhar o ritmo desse povo. Em um território gigante, com um quinto da população mundial que cresce todos os dias com mais 35 mil novos chinesinhos, tudo o que o país projeta precisa ser compatível com a sua expansão. A maior ponte marítima inaugurada pelo presidente Xi Jinping mostra bem como o país pensa muito grande.

O projeto foi criado em 2009 para conectar as três principais cidades costeiras do sul da China - Hong Kong, Macau e Zhuhai, - na província de Cantão. A "Grande Baía", como está sendo batizada a região agora interligada pela ponte, tem ainda o objetivo de se tornar uma rival da Baía de Tóquio, no Japão, e da Baía de São Francisco, nos EUA. O novo polo será uma zona econômica com ênfase em tecnologia, uma espécie de Vale do Silício da Ásia.

"Ela proporcionará aos moradores desses lugares maior troca econômica e comercial, além de melhorar a competitividade do Delta do Rio das Pérolas", disse o vice-primeiro-ministro chinês Han Zheng, na cerimônia de inauguração, na cidade de Zhuhai.

A redução do tempo de viagem é outro ponto festejado. O antigo percurso entre Zhuhai e Hong Kong, antes feito em até quatro horas, agora será concluído em 30 minutos.

 

Ponte resistente a terremotos e tufões

 

O custo total de empreendimento ultrapassou a 15 bilhões de dólares. Vários detalhes precisaram ser estudados minuciosamente para que a ponte fosse resistente a terremotos de magnitude 8 e tufões, com ventos de até 340 kms/h. A estrutura consumiu 400 mil toneladas de aço, o que seria suficiente para erguer 60 torres Eiffel.

 

China inaugura a maior ponte do mundo em um projeto de bilhões de dólares

 

Do total do percurso, 30 km atravessam o mar do delta do Rio das Pérolas. Para permitir a passagem de navios, foi construído ainda um túnel submarino com extensão de 6,7 km que liga duas ilhas artificiais. Nesse trecho não há pontes para que as rotas do comércio marítimo não sofram interferência.

 

China inaugura a maior ponte do mundo em um projeto de bilhões de dólares

 

O complexo tem ainda estradas de ligação, viadutos e túneis terrestres para conectar Zhuhai e Hong Kong à ponte principal.

A partir de amanhã a ponte estará aberta ao público e a previsão é de que 60 milhões de pessoas que vivem no sul do país, sejam beneficiadas.

 

"Ponte da morte"

 

Mas nem tudo é motivo para o povo da China se orgulhar. A inauguração aconteceu dois anos depois do previsto, com varios escândalos de superfaturamento e denúncias de interesses políticos no projeto.

O principal motivo para o atraso seria a escassez de mão de obra e de materiais de construção. A segurança da execução do projeto teria sido falha. Pelo menos 18 trabalhadores morreram em serviço, a metade deles em Hong Kong. Outros nove foram atingidos por máquinas ou após despencarem no mar. Centenas de trabalhadores ficaram feridos durante a obra.

Problemas de impacto ambiental também são apontados com sérios danos causados à vida marinha, com o desaparecimento de muitos golfinho do tipo branco chinês, uma espécie considerada "criticamente rara" e "vulnerável".

Outros críticos do projeto apontam a falta de necessidade do investimento, já que no mês passado foi inaugurada uma nova linha ferroviária de alta velocidade ligando a ex-colonia britânica Kong à China continental.

Para atravessar a ponte com pedágio será preciso obter uma licença especial, distribuída por um sistema de cotas. Os motoristas ainda terão que se adaptar ao sentido da mão no alto da estrutura. Em Hong Kong e em Macau, as pessoas dirigem à esquerda, como no Reino Unido, mas no resto da China se dirige à direita, assim como no Brasil.

 

China inaugura a maior ponte do mundo em um projeto de bilhões de dólares

 

Autoridades chinesas calculam que toda a infraestrutura vai gerar cerca de US$ 5,31 trilhões para a economia. Mas pelas estimativas da BBC Chinesa, a arrecadação da não deve ultrapassar a US$ 86 milhões em pedágios por ano e um terço dessa receita teria que ser destinada aos custos de manutenção.

Para se ter uma idéia do tamanho da ousadia dos chineses, a Ponte Rio Niterói pode ser um bom parâmetro. Inaugurada em 1974, a contrução brasileira tem "apenas" 14 kms e é hoje somente a décima primeira do mundo em extensão. 

Entrar em disputa com os chineses atualmente não é bom negócio para ninguém.

 

China inaugura a maior ponte do mundo em um projeto de bilhões de dólares

Veja também

Olá, deixe seu comentário para China inaugura a maior ponte marítima do mundo em um projeto de 15 bilhões de dólares

Enviando Comentário Fechar :/