O sonho do garoto era ter uma celular de última geração e um iPad. Sem condição para comprar os aparelhos ele não pensou duas vezes. Vendeu um rim e agora vive uma vida cheia de complicação
Chinês que vendeu um rim para comprar um iPhone vive à beira da morte

O mundo consumista tem dessas coisas. A cada lançamento dos aparelhinhos embalados com a propaganda de serem equipados com uma parafernália de modernidades, muita gente faz um monte de sacrifício para ter as engenhocas. Os cartões de crédito são os mais recorridos para viabilizar os desejos materiais que muitas vezes excedem as nossas necessidades. Mais irracional ainda é vender uma parte do corpo. Foi isso que fez um chinesinho se dar muito mal ao negociar um rim. 

O caso advém de 2012. Xiao Wang é filho de uma família pobre e tinha um sonho obstinado. A vontade dele extrapolava em muito a condição que possuía para ter os sonhos de consumo. 

O jovem era de Anhui, uma das províncias mais pobres da China, de onde habitantes frequentemente emigram para encontrar trabalho e uma vida melhor em outro lugar.

A cobiça dele tinha muito a ver com seus amigos. É que alguns companheiros desfilavam com os produtos Apple, inclusive na escola. Mas a realidade de Wang era diferente porque a família dele nunca poderia comprar algo tão caro para o filho.

Na época Xiao tinha apenas 17 anos. O plano do jovem foi arquitetado todo em sigilo. Ele não falou nada para a família e nem para os amigos.

Por meio de uma plataforma chinesa de bate-papo, conhecida como QQ, Wang encontrou pessoas dispostas a ajudá-lo a realizar esse sonho. Em troca, ele teria que vender seu rim no mercado negro. 

Apesar da loucura, o estudante topou o desafio, já que não saía da sua cabeça o sonho de ter os produtos da Apple. Escondido dos pais, o jovem viajou de sua cidade natal para a província de Hunan.

Ao chegar ao endereço macabro, o menino foi encaminhado a uma clínica subterrânea ilegal, onde uma equipe médica clandestina (formada por cirurgiões, assistente médico e enfermeira) já esperava por ele.

A embromação para convencer o jovem foi um discurso barato, desses que pegam facilmente que não imagina os riscos que se possa correr. Disseram para Wang que era algo muito simples e que ele poderia viver tranquilamente com um rim só, e fizeram a operação. 

A negociação dele foi ainda um péssimo negócio. Wang aceitou entregar um rim por apenas 3 mil e 500 dólares. O valor é ínfimo perto do que se cobra nesse tipo de mercado escabroso. 

Na China (lembrando que é crime a venda de órgão), um rim é negociado em média por cerca de US$ 35 mil. Esse dinheiro é usado para organizar o transplante e inclui ainda os honorários médicos. 


Tombo na grana e nas condições de higiene

 

O rim esquerdo de Wang foi removido e vendido a outro paciente por 150 mil yuans (algo em torno de 81 mil reais). O receptor pagou ainda uma taxa extra de mais 10 mil dólares. O estudante recebeu 10% do lucro total pelo órgão – ou 22 mil yuans (algo em torno de US$ 3,5 mil, cerca de 11,8 mil reais).

Cinco profissionais participaram da operação, um deles um cirurgião que removeu o rim. De acordo com o jornal Xinhua, um dos acusados recebeu cerca de 220 mil iuanes (cerca de US$ 35 mil) para organizar o transplante e dividiu o valor com o cirurgião.

Xiao saiu da clínica aparentemente todo satisfeito. Havia acabado de conseguir a grana que esperava e correu para comprar os aparelhos eletrônicos. 

Ao chegar em casa com os sofisticados equipamentos, o adolescente confessou para a mãe que havia vendido um dos rins quando ela perguntou como ele conseguira o dinheiro para comprar o novo iPhone e o iPad.

Não demorou muito para a família notar também que ele passou a apresentar problemas de saúde.

 

Chinês que trocou um rim por iPhone vive à beira da morte

 

Além disso, Wang possivelmente não seguiu os cuidados do pós-operatório que são recomendados nesse tipo de cirurgia.

Primeiro foi uma infecção que Xiao contraiu por ter feito o procedimento em uma clínica clandestina, cujas condições de higiene e cuidado estavam longe do ideal.

O portal Mirror revelou que o rapaz desenvolveu deficiência renal e a doença pode ter se iniciado devido ao ambiente insalubre em que ocorreu o procedimento.

E era só o começo do drama de Wong. A infecção levou à falência progressiva de seu único rim restante, graças a uma deficiência renal, segundo promotores da cidade de Chenzhou, província de Hunan. 

Com o passar do tempo a situação foi só piorando. O outro rim de Wang parou de funcionar. Agora, o jovem – que atualmente tem 25 anos – está incapacitado, preso a uma cama e precisando de cuidados constantes da família.

Seus pais denunciaram o caso à polícia, que prendeu nove pessoas e gerou um caso de repercussão internacional. 

Em 2012, nove envolvidos no esquema de compra e venda de órgãos foram acusados. Cinco médicos e traficantes acabaram condenados pela Justiça chinesa a penas entre 3 e 5 anos de prisão.

Mas apesar da condenação e da indenização recebida pela família de US$ 200 mil, as consequências da retirada do rim nunca poderão ser revertidas.

Segundo os jornais chineses Sohu e Oriental Daily, hoje ele sofre de insuficiência renal e depende de uma máquina de hemodiálise. A assistência médica é de 24 horas por dia e Xiao mal consegue levantar da cama.

Wang teve que abandonar os estudos e está vivendo de benefícios sociais do governo.

Xiao Wang vive preso a uma cama e vai ser assim pelo resto da vida. A não ser que ele consiga fazer um transplante de rim, o que não é nada fácil no país asiático devido à quantidade de gente na fila de espera. 

Segundo o Ministério da Saúde chinês, mais de 1,5 milhão de pessoas na China precisam de transplantes, mas só 10 mil são realizados anualmente. A falta de órgãos criou um preocupante mercado ilegal.

Segundo o Daily Mail, os eletrônicos da Apple já foram considerados os produtos mais desejados de toda a China.

O caso de Wang ficou famoso no país na época, dando aos iPhones o apelido de "aparelhos de rim".

 

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Chinês que vendeu um rim para comprar um iPhone vive à beira da morte

Enviando Comentário Fechar :/