E não foi a primeira vez que o país asiático recorreu a moedinha para definir quem vai mandar em uma cidade
Eleição para prefeitura nas Filipinas foi decidida no cara ou coroa

Imagina dois rivais que estão sempre disputando para ver quem vai mandar na cidade. Agora pensa em políticos que dividem pau a pau a preferência dos eleitores há quase uma década. Com os senhores, Sue Cudilla e Noel Beronio.

Toda vez que eles resolvem brigar nas urnas pelo cargo de prefeito de Araceli é emoção na certa. Em 2013, Cudilla venceu Beronio pela primeira vez com uma vantagem de apenas 759 votos.

Três anos depois eles voltaram a pleitear os votos dos eleitores. O resultado final foi inverso, mas ainda mais apertado. Beronio deu o troco com uma vitória por 19 votos de diferença.

No dia 13 de maio a dupla se encontrou novamente nas urnas. Cada candidato recebeu 3.495 votos. Em comum acordo, os rivais optaram pelo desempate no "cara ou coroa" na sexta-feira, dia 17. A escolha pela disputa na moeda é aceitável nas Filipinas, apesar das regras locais especificarem o sorteio.

Ficou acordado que seria ainda em uma melhor de três, para que não ocorresse novo empate. Cudilla escolheu coroa e se deu bem. Na moedinha ela impediu a reeleição de Beronio e de novo vai assumir o principal cargo no executivo municipal.

 

Eleição para prefeitura nas Filipinas foi decidida no cara ou coroaSue Cudilla e Noel Beronio - rivais nas urnas

 

De acordo com os números divulgados pelos coordenadores da eleição, 9.125 pessoas estavam registradas com direito a voto. Desse total, 6.990 compareceram às sessões. Isso quer dizer que 2.135 eleitores deixaram de votar.

"Estou rezando muito para que a vontade expressa pelo povo seja sempre aceita", disse Luie Tito Guia, comissário eleitoral.

Nas eleições desse ano nas Filipinas foram eleitos 81 governadores, 1.634 prefeitos e 13 mil e 500 vereadores. Mais de 43 mil e 500 candidatos participaram das disputas, entre eles Sue Cudilla e Noel Beronio.

 

A sorte das candidatas

 

Não foi a primeira vez que as Filipinas conheceram um prefeito na moedinha. Em 2016, por coincidência, dois candidatos terminaram as apurações com o mesmo número de votos na eleição para prefeito de Bocaue, em Bulacan.

A decisão aconteceu de um jeito idêntico. A política Joni Villanueva e o oponente Jim Valério tiveram 16.694 votos cada. No "cara ou coroa" a mulher saiu vitoriosa.

Joni é irmã do senador Joel Villanueva e filha de um congressista famoso do país, o pastor Eddie Villanueva.

 

Araceli e a ilha

 

Araceli é uma cidade da ilha de Dumaran, que pertence à província de Palawan, na região ocidental do país.

O município ocupa quase toda a parte norte da ilha e foi emancipado em 1961.

De acordo com o censo realizado em 2015, a população local era de 14.909 pessoas. A maioria fala o Cuyano, um dialeto da língua espanhola. Na ilha são encontradas várias espécies de aves e formações rochosas.

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Eleição para prefeitura nas Filipinas foi decidida no cara ou coroa

Enviando Comentário Fechar :/