A morte do presidente do Leicester em um trágico acidente aéreo deixou os torcedores do clube chocados. Mas afinal, o que aconteceu para aquele helicóptero cair?
O mundo do futebol está de luto

O acidente foi no sábado após o jogo do Leicester contra o West Ham pela Liga Inglesa, que terminou empatado em um a um. Como acontecia sempre após as partidas do clube em seu próprio estádio, o presidente deixou o local a bordo de um helicóptero particular. Poucos segundos depois da decolagem a aeronave começou a rodopiar no alto e caiu em uma área de estacionamento. Todos os passageiros e o piloto morreram na hora. Com a tragédia se encerrou a biografia de um magnata tailandês que mudou a história do futebol inglês.

 

O mundo do futebol está de luto

 

Vichai Srivaddhanaprabha. Talvez você nunca tenha visto um sobrenome com tantas letras. São 17 ao todo. Esse nome difícil de memorizar e, principalmente, de pronunciar era de um dos maiores empresários asiáticos.

Na verdade, Vichai foi batizado com o sobrenome Raksriaksorn. Em 2012, o rei da Tailândia concedeu ao bilionário o último nome Srivaddhanaprabha, que significa “luz da glória progressiva”.

O empresario tinha 61 anos e fez fortuna abrindo uma pequena loja em Banquecoque, que era isenta de impostos, um negócio do tipo duty free . Quase trinta anos depois a King Power Duty Free se transformou em um império. O que não mudou foi o jeito simples desse empresário. Srivaddhanaprabha se tornou o quinto tailandês mais rico da atualidade com um empreendimento de bilhões de euros, mas nunca abriu mão de ser um patrão muito próximo de seus funcionários. Suas empresas tem fama de serem administradas ainda hoje com "espírito familiar", mesmo nesse universo de relações frias. Por isso, com um modo de vida pautado na generosidade e discrição era considerado um líder diferente. Essa foi a cultura que Vichai implantou também no Leicester.

 

O mundo do futebol está de luto

 

Futebol, um negócio

 

Ao comprar o clube inglês na segunda divisão em 2010, ao contrário do que se podia imaginar, o tailandês preferiu não impor regras ou normas que fossem diferentes do que os ingleses estavam habituados. Pagou 43 milhões de euros depois de patrocinar o clube durante três anos e nomeou seu filho Aiyawatt como vice-presidente.

 

O mundo do futebol está de luto

 

Nos primeiros anos fez investimentos razoáveis para tentar levar o Leicester a primeira divisão. Melhorou as instalações do King Power Stadium e gastou cerca de 20 milhões de euros em contratações de jogadores em duas temporadas até que os foxes alcançassem o objetivo traçado.

Estreou na elite do futebol inglês com um modesto 14° lugar ao fim da disputa 2014/2015. No ano seguinte contratou o técnico italiano Claudio Ranieri e sagrou-se campeão com 81 pontos, dez a mais do que o Arsenal. Pela primeira vez em 134 anos de existência o Leicester era campeão nacional.

 

O mundo do futebol está de luto

 

Um homem de bom coração

 

Mas não foi só o futebol da cidade de Leicester, que tem cerca de 300 mil habitantes, que contou com a generosidade de Vichai. O empresario doou ainda dois milhões e meio de euros para a construção de um hospital pediátrico. A um torcedor do clube que tem um filho com uma doença rara deu 25 mil euros para o tratamento.

Srivaddhanaprabha era tão venerado, que apesar de mal falar inglês, foi condecorado com o grau mais alto pela Universidade de Leicester.

Nos jogos do time era uma figura carismática e adorada. Quando fazia aniversário, Vichai distribuía cerveja, cachorros quentes e donuts para os torcedores no King Power Stadium. Em 2018, na comemoração dos seus 60 anos, entregou pequenas medalhas de chocolate embrulhadas em um papel dourado.

Budista por convicção, levava monges aos jogos acreditando que eles traziam força positiva necessária ao campo e aos jogadores.

 

O mundo do futebol está de luto 

 

Quando o Leicester foi campeão da Premier League em 2016, deu de presente uma BMW i8 azul para cada um dos jogadores, avaliadas em 100 mil euros.

O tailandês tinha fama de não ser um perito em futebol mas, por uma questão de princípio, pensava dez vezes quando tinha que tomar decisões de impacto no clube, como troca de treinadores.

Voos com helicóptero em jogos do Leicester

 

Casado e com quatro filhos, Vichai tinha por hábito chegar e deixar o estádio de helicóptero. Se a aeronave não estivesse presente todos sabiam que, por algum motivo, Srivaddhanaprabha também não estava lá. As imagens do helicóptero partindo do centro do gramado já eram uma tradição no clube.

 

O mundo do futebol está de luto

 

Segundo relatos de testemunhas o voo teve início por volta das 20h30 de sábado. A bordo estavam o presidente Srivaddhanaprabha, a ex-Miss Tailândia Nusara Suknamai, Kaveporn Punpare, membro da equipe de Vichai, o piloto Eric Swaffer e a namorada dele, Izabela Roza Lechowicz.

 

O mundo do futebol está de luto

 

O helicóptero caiu num parque de estacionamento ao lado do King Power Stadium e incendiou-se pouco tempo depois. O filho do presidente, Aiyawatt, que tinha o hábito de acompanhá-lo, não foi ao jogo deste sábado.

Em um comunicado divulgado poucas horas depois o clube demonstrou bem o tamanho dar dor de milhares de ingleses:

"Em Khun Vichai, o mundo perdeu um grande homem. Um homem de gentileza, generosidade e um homem cuja vida foi definida pelo amor que ele devotou à sua família e àqueles que ele liderou com sucesso. Leicester City foi uma família sob a sua liderança. É como uma família que nós vamos sofrer pela sua passagem e manter a busca de uma visão para o clube que é agora o seu legado".

Desde domingo a frente do estádio da cidade está cheia de homenagens às vítimas, mas, principalmente, de um vazio enorme que esse presidente vai deixar. 

O futebol perdeu muito mais do que um mecenas da bola.

 

O mundo do futebol está de luto

 

O mundo do futebol está de luto

 

Veja também

Olá, deixe seu comentário para O mundo do futebol está de luto

Enviando Comentário Fechar :/